quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Brasil de dádivas mil


Brasil, quando olho para o céu de anil,
Lembro da minha condição de Espírito imortal.
Meu coração se refrigera na Inteligência Universal.
Reconheço, Senhor, minha condição de aprendiz do teu amor.
Ilumina minha inteligência para que eu creia com olhos de compaixão.
Considere o da esquerda e o da direita como irmão!
Ajuda-me, doce mentor da luz, a aceitar minha cruz,
Mas sem esquecer que sou parte integrante de um grande organismo social.
Orienta-me a seguir com tua justiça fraternal!
Sabedor que sou da interação entre nosso mundo com o mundo de energia densa,
Através desses versos deixa-me ser o porta-voz da tua infinita paciência,
Que trabalha, que aguarda com serenidade a redenção para o encontro com a eternidade.
Com devoção e gratidão!

Cristóvão
(Texto publicado no Facebook dia 30/03/16)

Nenhum comentário:

Postar um comentário