quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Como obter a paz sem a guerra nessa era de transição no planeta Terra?

Atentemos para esse versículo do Evangelho de Mateus 10:34:

"Não penseis que vim trazer paz à terra. Não vim trazer paz, mas espada". 

Podemos, a princípio, pensar que essas palavras atribuídas a Jesus ou não são dele ou tem um sentido oculto que devemos interpretar. Fico com a segunda opção.

Paz, do latim Pax, pode ser traduzida como tranquilidade, ordem, serenidade. Espada - pode indicar tanto o símbolo do estado militar, a guerra, quanto a justiça, uma separação entre o justo e o injusto, o bem e o mal, o joio e o trigo.

Então aí começamos a interpretar as palavras de Jesus como um manual para conhecimento da lei de causa e efeito.

Costumamos entender a guerra como oposição violenta ao adversário, todavia o pensamento de Jesus era totalmente voltado para o interior de cada um de nós. 

A espada a qual Jesus se referia está dentro de nós mesmos, é a consciência das consequências dos nossos atos perante a lei de causa e efeito que, de uma forma ou de outra, educa a todos.

Atualmente passamos por uma transição no planeta como um todo. Nosso Brasil está passando por mudanças sociais e políticas muito profundas ainda que lentas. Jesus está no comando, mas respeita o nosso livre-arbítrio. 

Os bons Espíritos incessantemente estão nos orientando a termos uma posição de respeito e serenidade diante dessa situação. Sabemos que a corrupção macro da nossa política (não falo aqui de nenhum partido em especial, mas de todos) é reflexo da corrupção micro de cada um de nós. 

Estamos expiando nossa omissão para as coisas realmente importantes da vida. Omissão essa que não vem somente da vida atual.

Ao meu modo de ver, temos que defender nossas ideologias com respeito e com argumentos sustentáveis, nunca com mentiras, deboches ou ódio direcionado. 

Como espíritas não podemos nos esquecer que a balança da justiça divina do outro lado possui a misericórdia.

Não somos brasileiros, estamos brasileiros. Aonde formos agora após a desencarnação levaremos nossos sentimentos que podem ser de ódio e vingança ou de serenidade e equilíbrio.

A paz é efeito e não causa. A mesma espada que tira a vida, é o símbolo do equilíbrio dela.

(Texto publicado no Facebook dia 05/04/16)

Nenhum comentário:

Postar um comentário