quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Impermanência e política


Um dos sintomas do apego é a falta de análise daquilo que estamos defendendo ou acusando.

Somos almas reencarnadas que já estagiamos em várias nacionalidades, posições sociais, etnias, etc.

Ficar de fora do que está acontecendo em termos políticos e sociais em nosso Brasil é alienação e comodismo. Uma ilusão de que podemos viver afastados dessa macrossociedade.

Embora defendamos nossas ideologias políticas, como temos também nossas crenças religiosas, algumas perguntas são necessárias:

Existe alguém inocente na política nacional? Já não falo nem de corrupção, mas de consciência do que estão fazendo em detrimento do bem-estar geral. 

Existe algum político em nosso país que seja isento das tentações peculiares aos Espíritos moralmente falidos no poder em outras vidas anteriores?

A identificação do espírita com um partido político é mais importante do que o trabalho dele na reforma íntima, no bem e pela harmonia social?

Será que essa defesa movida pela paixão e acusação mantida pelo ódio são realmente os sentimentos que queremos cultivar para nossa evolução espiritual?

Acreditamos realmente na infalível lei de causa e efeito e na reencarnação?

Acreditamos realmente que Jesus tem o controle da situação de nosso país e do mundo?

Acreditamos que gritando, desrespeitando o outro e debochando estamos defendendo a nossa pátria emprestada por algumas décadas para nossa atual encarnação?

***
Desculpem a franqueza e, desde já, minha intenção não é de ofender ninguém que seja contra ou a favor do governo atual.

O que tenho observado nessa rede social é princípio de curto-circuito emocional. Insanidade de querer torcer fatos que já estão mais do que comprovados. Querer inocentar alguns acusando outros. Querer se apegar ao que é impermanente, passageiro.

Não generalizando, mas destilação de ódio é o que eu tenho visto.

Não estou aqui a "condenar" ninguém em especial, até porque eu também luto ferozmente contra as minhas limitações emocionais todos os dias. 

Estamos colhendo o que plantamos em outras pátrias e épocas quando experimentamos o poder ou a falta dele e nos rebelamos contra a Lei Divina. Estamos a expurgar nossas próprias toxinas mentais que só podem ser "dissolvidas" através da reencarnação.

Asserenemos os nossos corações às vésperas das decisões complexas que serão tomadas nos dias próximos em nosso país, nas quais as falanges das trevas tentarão ao máximo perturbar e confundir os que caírem nessas frequências de revolta e ódio.

Que brilhe o nosso Brasil! Que brilhe a nossa conexão com Jesus e a Lei Divina dentro de nós!!

Que a paz esteja com todos!

(Texto publicado no Facebook em 14/12/16)

Nenhum comentário:

Postar um comentário